Inscrições abertas para seleção de projetos brasileiros candidatos ao Prêmio Oscar Niemeyer

A Rede de Bienais de Arquitetura da América Latina – REDBAAL -, com o apoio da Fundação Oscar Niemeyer fará, de forma digital devido à pandemia da COVID-19, a classificação para a terceira edição do Prêmio ‘Oscar Niemeyer’, de Arquitetura da América Latina, Prêmio ON. As inscrições estão abertas para a seleção dos 20 projetos brasileiros habilitados a participarem.

A premiação, que é realizada a cada dois anos, nos anos pares, será no Rio de Janeiro, durante o Congresso UIA2021Rio, embora a seleção seja feita este ano. Haverá também uma exposição dos trabalhos premiados nas edições passadas. É importante prestar atenção nas datas deste ano.


Seleção feita pelo IAB
A seleção dos trabalhos brasileiros será feita por comissão formada pelo Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB), composta por profissionais experientes de diversas regiões do país. A data limite de envio dos trabalhos é 15 de junho. A divulgação das obras brasileiras selecionadas está prevista para 17 de julho.

– É o mais importante prêmio de arquitetura das Américas. Mostra a produção de diversos países. O IAB tem muito orgulho de selecionar os trabalhos que participarão -, afirma o presidente Nivaldo Vieira de Andrade Júnior, presidente nacional da instituição.

Poderão concorrer trabalhos concluídos entre 2018 e 1º de maio de 2020. O prêmio será concedido a uma nova arquitetura construída em países América Latina e Caribe. As obras brasileiras concorrerão com projetos de profissionais da Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Colômbia, Costa Rica, Cuba, El Salvador, Equador, Guatemala, Haiti, Honduras, México, Nicarágua, Panamá, Paraguai, Peru, Porto Rico, República Dominicana, Uruguai e Venezuela.

Entre os requisitos para participar, estão: a obra deve estar localizada em território brasileiro, sejam os autores brasileiros ou não; deve ser nova, concluída e em funcionamento. Não são aceitas obras de design interiores, planejamento urbano, design urbano ou/e paisagem, restauração ou reabilitação de patrimônio.

Veja o regulamento do prêmio no site www.redbaal.org.

Na última edição, o terceiro lugar ficou com brasileiros
Na segunda edição do prêmio, em 2018, o IAB indicou 17 projetos brasileiros e, destes, cinco foram selecionados pelo júri internacional. O terceiro lugar ficou com brasileiros: Moradias Infantis (Formoso do Araguaia, Tocantins), de autoria dos arquitetos Gustavo Utrabo e Pedro Duschenes (Aleph Zero), em parceria com Marcelo Rosenbaum e Adriana Benguela.

Museu de Pachacamac, segundo lugar no Prêmio Oscar Niemeyer de 2018. O Centro Cultural Teopanzolco (na foto do alto), foi o vencedor
Terceiro lugar em 2018 foi brasileiro: Moradias Infantis (Formoso do Araguaia, Tocantins)

O Prêmio Oscar Niemeyer de Arquitetura Latino-Americana, Prêmio ON, é uma iniciativa da Rede de Bienais de Arquitetura da América Latina -REDBAAL-, fundada em Quito, através da Acta Constitutiva criada em 23 de novembro de 2012 no marco de XVIII Bienal Panamericana de Arquitetura de Quito, BAQ 2012.

O objetivo é mostrar como a arquitetura participa cada vez mais das atividades do mundo globalizado e a difusão nos meios de comunicação, que permitem uma integração regional, continental e mundial.

Rio Capital Mundial da Arquitetura
O Rio de Janeiro é a primeira Capital Mundial da Arquitetura, título inédito conquistado pela Prefeitura do Rio e pelo Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB) e concedido pela Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (Unesco) e pela União Internacional de Arquitetos (UIA). Ao longo de todo o ano de 2020, a cidade sediará uma série de eventos, entre eles o 27º Congresso Mundial de Arquitetos, exposições e concursos públicos, adiado para 18 a 22 de julho de 2021, devido ao surto de coronavírus no mundo. Além de mostrar para o mundo a riqueza arquitetônica do Rio, esta titulação é também uma oportunidade de reflexão sobre o futuro, de planejar o que se quer para as cidades de todo o mundo.

UIA 2021 Rio
Com o tema “Todos os mundos. Um só mundo. Arquitetura 21” e expectativa de público de 20 mil profissionais da área, o 27º Congresso Mundial de Arquitetos vai transformar o Rio no epicentro do debate sobre o futuro das cidades do mundo. Promovido pela União Internacional de Arquitetos (UIA) e com a organização do Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB), o evento convida especialistas e entusiastas de cidades mais dinâmicas, justas e sustentáveis a debater soluções inicialmente entre os dias 19 e 23 de julho de 2020 (devido à pandemia de Coronavírus no mundo, a data foi adiada para 18 a 22 de julho de 2021). O Congresso conta ainda com eventos preparatórios e paralelos, como exposições, seminários e workshops, que acontecem por todo o país.

Notícias Recentes

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin